O que testar e o que não testar com o Visual Review?

Aprenda um pouco sobre testes de revisão visual com algumas dicas sobre o que testar e o que não testar com o Visual Review.

VisualReview

Caso ainda não conheça a ferramenta, recomendo ler antes este post, no qual explico o básico.

Ok, agora que você já sabe do que se tratam testes de revisão visual, vamos à algumas dicas:

  • Analise seus testes e2e antes de adicionar passos de revisão visual à eles.
  • Procure entender quais testes são mais adequados para este tipo de abordagem. Os testes de revisão visual existem para lhe poupar tempo, portanto, se em todos os testes sempre existe diferença visual, algo está errado na escolha dos testes que estão utilizando este approach.
  • Se o layout de uma determinada tela ainda está em fase de experimentação, não utilize revisão visual à esta.
  • Adicione passos de revisão visual à telas da aplicação que já são estáveis e as quais não há previsão de serem alteradas em um futuro próximo.
  • Adicione passos de revisão visual à telas que não possuem elementos dinâmicos, tais como anúncios, data e hora, e outros.
  • Também não recomendo utilizar tais testes em telas que possuem gifs animados ou videos auto-executáveis, visto que a cada execução haverão diferenças, mesmo que a aplicação não esteja “quebrada” visualmente.

Ficou curioso, veja aqui o que mais já escrevi sobre o assunto.

Está utilizando o Visual Review e tam mais alguma dica? Deixe um comentário.

Veja também este post em sua versão em Inglês no Medium.

=D

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s